(41) 3035 2544 – SJP | (41) 3018 3450 – Curitiba [email protected]

Já ouviu falar de ceratocone? Essa é uma doença ocular bilateral e progressiva, que afeta a curvatura e espessura da córnea, por isso o nome da doença. Inicia-se na adolescência e no adulto jovem, de caráter hereditário, mas também está associado ao hábito de coçar os olhos.

Causas e sintomas

O principal sintoma aparente é o desconforto visual e diminuição da visão com distorção das imagens.

Diagnóstico

O diagnóstico precoce é fundamental, pois nos casos diagnosticados com progressão clara da doença nos exames é possível realizar tratamentos como o crosslinking do colágeno corneano com o objetivo de estabilizar e parar o avanço da doença.

A topografia ou tomografia de córnea são exames fundamentais para o diagnóstico. Além de nos dar informações valiosas sobre o quão avançado está o ceratocone.

Como identificar se o Ceratocone está piorando?

Normalmente, o avanço da doença é percebido pelo paciente pela mudança no grau do óculos ou piora da visão. No entanto, é através do exame de topografia que o oftalmologista tem certeza da piora do ceratocone.

Tratamento

A primeira opção são os óculos, quando o astigmatismo irregular (tipo de grau presente no ceratocone) ainda é baixo e é possível obter uma acuidade visual aceitável. Quando a doença já está em uma fase mais adiantada, a correção visual com óculos não irá ajudar e muito menos resolver e, por isso, o médico especialista irá optar por lentes de contato rígidas. Elas proporcionam boa visão quando bem adaptadas. No entanto, nem sempre os pacientes acostumam com o desconforto inicial imposto pelas lentes rígidas.
O tratamento cirúrgico do ceratocone envolve dois caminhos: estabilização da doença e reabilitação visual.

Cirurgia do Crosslink: este procedimento é indicado quando o ceratocone está em evolução e o seu maior benefício é impedir a progressão do mesmo. Os resultados são excelentes, evitando o avanço da doença, mas sem o objetivo de melhorar a visão e, sim, evitar a piora do quadro.

Cirurgia de Implante de Anel de Ferrara: este procedimento é indicado com o objetivo de reabilitar a visão do paciente por melhorar a curvatura corneana.

Transplante de Córnea: indicado nos casos mais avançados, onde o implante de anel não é mais efetivo, e tem o objetivo de melhorar a visão do paciente por trocar a córnea doente por uma sadia.

A VitaVisão conta com uma equipe médica experiente e tecnologia de ponta. Marque sua consulta com um de nossos médicos e conheça as melhores opções de tratamento para o seu caso.

 

× Marque Sua Consulta!